Segunda geração do Renault Duster para 2019

SUV foi apresentado oficialmente na Rússia, mas será praticamente o mesmo modelo para o Brasil. Dois motores, 1.6 e 2.0, e com tração 4x4
Segunda geração do Renault Duster para 2019

Após aparecer no Salão de Frankfurt, na Alemanha, com o logo da Dacia (montadora romena), a segunda geração do Duster foi apresentado para o público russo, mas com o emblema da Renault. A diferença para as marcas é que uma é comercializada na Europa e a outra no Brasil. Basicamente, os modelos são muitos parecidos e somente com algumas alterações visuais.

A nova geração do Renault Duster, que virá para o Brasil em 2019, tem dois tipos de motores. O 1.6 SCe clássico e o 2.0 aspirado. Desenvolvendo 115 cv e 145 cv, respectivamente. Duas opções de câmbios, automático e manual com CVT. Possivelmente, para os SUVs produzidos no Brasil, haverá uma versão com tração nas quatro rodas, automático e com motor mais forte.

A frente segue o estilo de SUVs recentes da Renault, exibindo grade com barras horizontais cromadas e faróis com luzes de condução diurna de LEDs integradas. A traseira do novo Duster, por sua vez, traz lanternas com formato quadrado de cantos arredondados e um desenho no centro que lembra uma alça de mira. Além do logotipo do carro cromado.

Por dentro, o Renault Duster 2018 russo vem com novas saídas de ar horizontais, enquanto as do Dacia são circulares. O volante também é novo e dotado de três raios contra quatro do romeno. A multimídia é a mesma MediaNav 2.0 e os comandos do ar-condicionado são igualmente digitais. A padronagem de tecidos e revestimentos é diferente. Fora isso, o restante é igual nas duas marcas.

 

Redação e edição: #autoreporter
Foto: Divulgação

 



Comentários
menu
menu